Doces Portugal

  • lojas
  • Produtos
  • Sobre Nós
  • Prêmios







  • Relação de Produtos Tradição Encomendas

    Tradição, história e zelo pela qualidade.

    A Doces de Portugal traz para o Brasil o melhor da confeitaria conventual portuguesa.

    Pastéis de Nata (ou Pastel de Belém)

    Massa folhada crocante com creme da gemas e natas.

    O secular e mais tradicional doce conventual português, teve sua receita original desenvolvida no Mosteiro dos Jerónimos, no bairro de Belém em Lisboa.

    Eleito uma das sete maravilhas gastronômicas portuguesas.

       

    Brisas-do-Lis

    Doce feito à base de gemas e amêndoas.

    Receita desenvolvida pelas freiras do antigo convento de Santana na cidade de Leiria, aonde corre o rio Lis.

       

    Quindins

    Doce feito à base de gemas e côco.

    O côco substituiu as amêndoas das Brisas-do-Lis, dando origem a esta maravilha que traduz a união.

    O Quindim nasceu no nordeste do Brasil no período colonial.

       

    Pastéis de Santa Clara

    Doce feito de massa filo, extremamente fina, rechada com ovos moles.

    Doce de origem do convento de Santa Clara em Coimbra.

       

    Pastéis do Convento de Coimbra

    Massa amanteigada recheada com creme de gemas e amêndoas.

    Jesuítas

    Massa folhada recheada com creme inglês e coberto com suspiro.

    Doce típico da cidade de Santo Tirso no norte de Portugal.

    Toucinho do Céu

    Bolo feito á base de massa de amêndoas e gemas, recheado com ovos moles.

    Um dos mais nobres ícones da doceria portuguesa.

    Travesseiro de Sintra

    Massa folhada recheada com doce de gemas e amêndoas.

    D. Rodrigo

    Doce de amêndoas e ovos moles envolvido em fios de ovos com calda de caramelo.

    Seu nome foi dado pelas freiras Carmelitas em homenagem a um fidalgo da cidade de Lagos no Algarve.

    Ovos Moles

    Doce cremoso à base de gemas.

    Simples, requintado e versátil, teve a sua origem no Mosteiro de Jesus de Aveiro.